O sigiloso manual de UX do Google para lojas virtuais

O que o Google publicou é de fato um manual, repleto de insights sobre as melhores práticas para melhorar a experiência de usuário, logo, conversões e vendas de uma loja virtual.

Caso queira que seu e-commerce siga todos as boas práticas de UX de acordo com este guia do Google, basta criar uma loja na E-Com Plus.

O “UX playbook for retail” é um e-book de 108 páginas com padrões de UX universais, obtidos após analisar centenas de e-commerces de alta performance. Um playbook é como um manual, um livro que contém planos e estratégias que devem ser seguidos para obter algum resultado.

Os insights são baseados em análises científicas e testes A / B, incluindo citações de uma ampla gama de pesquisas e artigos. As informações neste livro gratuito são uma verdadeira mina de ouro digital.

O e-book é indexado pelo Google e está disponível gratuitamente online neste link. No entanto, não está claro de vem este documento e há nas páginas uma marca de “Proprietário + Confidencial”, é por isso que consideramos como um documento sigiloso. Neste artigo vou fazer um resumo parcial, ressaltando pontos que acho ser mais notórios.

O e-book divide a loja virtual nas seis seguintes seções:

  • Home / Landing Page
  • Menu e navegação
  • Pesquisa
  • Categoria / Produto
  • Conversão
  • Otimização de Formulário

Como um exemplo da profundidade que o livro oferece, o playbook de varejo do Google oferece oito insights para a criação de uma página inicial ou página de destino poderosa:

  • Limpar CTA acima da dobra
  • Ter CTAs descritivos
  • Proposta de valor clara orientada para o benefício acima da dobra
  • Não use intersticiais de página inteira
  • Remova carrosséis automáticos
  • Exibir categorias principais na página inicial
  • Use tamanhos de fonte legíveis
  • Use prova social

Alguns desses pontos acima podem soar como bom senso, mas quando você ler as seções, verá que os links para artigos e pesquisas fornecem mais informações sobre por que algo funciona. Embora o e-book tenha 108 páginas, os vários links para leitura adicional facilmente triplicam a quantidade de páginas a serem lidas para compreender totalmente e dominar todas essas dicas para aumentar as vendas em um e-commerce.

Uma das dicas que acho muito interessante e está longe de ser “bom senso” pelos e-commerces aqui é a seguinte:

Não use sliders na página inicial

Uma pesquisa feita na Universidade Notre Dame mostrou que os efeitos negativos de um carrossel superam em muito qualquer benefício percebido. Esse experimento mostrou o quão baixa é a interação com os banners de um slider que não seja o primeiro. Além de ser pouco efetivo, sliders acabam atrapalhando a performance do site por carregar mais imagens, principalmente se não utilizar um lazy-loading. Além da performance sliders automáticos tiram a atenção do resto do conteúdo, pois o olho humano dá atenção ao movimento e acredito que você não pretende dar destaque para o segundo ou terceiro banner de um slider. 

Nesse teste da Universidade Notre Dame 84% das interações com o slider foram com o primeiro banner, os demais 4 tiveram aproximadamente 4% cada. 

Tenha um motor de buscas poderoso

Outro exemplo muito interessante e que poucas lojas fazem as boas práticas, acredito que por limitações técnicas, é a seção sobre motores de busca. As dicas são as seguintes: 

  • Ter um motor de buscas 
  • Ação de buscar visível 
  • Usar sugestões de busca automáticas 
  • Correção gramatical 
  • Sempre retornar algum resultado 
  • Incluir histórico de buscas

Quer ver como funciona um motor de busca com todas essas características? Faz uma busca de testes na loja exemplo da E-Com Plus

De acordo com o Google os usuários que pesquisam têm 200% mais probabilidade de converter, em média. Um motor de busca otimizado é muito importante, principalmente para lojas que tem uma quantidade relevante de produtos.

Limite pontos de saída no checkout

A partir do momento que um usuário entra no fluxo de checkout, evite mostrar buscas, menu de categorias e outros pontos de saída. O Google recomenda permitir que os usuários retornem à página inicial, ao carrinho de compras ou a um contato de suporte. O Google é enfático em que o menu padrão não seja mostrado.

“Secret” Google Playbook Shows How to Improve Ecommerce Sales

São várias as melhorias em cada uma das seções, e em cada uma o google mostra qual a dificuldade de implementação, o nível de impacto e a métrica impactada.

Como disse no início deste artigo, muitos desses pontos soam como “bom senso” mas a grande maioria das plataformas não implementam por padrão. Muitas vezes por desconhecimento ou também por incapacidade técnica. Você pode ver o playbook na íntegra neste link, e caso queira ter um e-commerce que siga todos as boas práticas de UX de acordo com este estudo do Google, basta criar uma loja na E-Com Plus

Assine nossa newsletter e fique por dentro de todos os assuntos para melhorar ainda mais seu e-commerce!

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.